Tag Archives: Gravata

Usar terno sem gravata.

12 set

Usar terno sem gravata é uma opção pra quem não gosta visual mais formal. Além de trazer toque moderno e jovem. Mas em que ocasiões podem ser usados ?

Casamento – Hoje em dia as cerimônias e festas de casamento não estão tão formais quanto antigamente. Nesse caso um convidado pode usar sem qualquer problema, visto que já vimos situações com convidados chegando de calça jeans e sem blazer.

Casual – Com estilo casual em alta usar blazer sem gravata é muito comum, principalmente com t-shirt por baixo e calça jeans.

Informal – Algumas ocasiões informais pedem social, mas não com tanto rigor que seja necessário usar gravata. Então torna boa alternativa de se vestir socialmente sem desconforto da gravata no pescoço.

Como usar

Não tem muito mistério! O terno sem gravata pode, aliás deve ser usado com a camisa social com primeiro botão de cima pra baixo aberto, pois se tiver totalmente fechado dá sensação que esqueceu de colocar alguma coisa ali.

Paletó aberto ou não ? Não importa qual forma escolhida, se tiver fechado a camisa deve estar por dentro da calça. Em contrapartida se tiver fechado tanto faz por dentro ou por fora, desde que não ultrapasse a altura do paletó.

Posso usar terno sem gravata no trabalho? Resposta simples de responder, basta olhar seu ambiente de trabalho e notar como os homens se vestem. Não dá para responder por que trata de uma particularidade.

Bar metrosexual.

Anúncios

Camisa e gravata: Seis combinações certeiras.

25 jul

Escolher uma camisa e uma gravata pode parecer fácil, mas essa simples combinação esconde muitas armadilhas. Antes de se preocupar com detalhes cruciais, como o modelo de colarinho ou o tipo de nó, tudo começa com a escolha correta das cores de cada peça.

Uma regra básica é combinar tons complementares, como os terrosos com vermelhos fechados, mas também vale apostar em cores contrastantes como rosa claro e azul escuro. Tudo depende do seu estilo e da ocasião. De camisas lisas ao xadrez, e de gravatas estampadas as de tricô, listamos seis bons exemplos de combinações certeiras.

 

 

 

GQ.

Dicas de boas práticas para o uso do terno.

18 jul

O comprimento do paletó:

Deve sempre ir até a altura do quadril, ou seja, deve cobrir o traseiro todo. Os homens mais altos podem até optar por um paletó que seja um pouquinho mais comprido, mas os mais baixinhos devem escolher com o menor comprimento possível. Centímetros a mais na parte de cima podem dar a impressão da linha da perna ser mais curta, e isso vai acabar achatando a silhueta.

A altura da barra da calça:

A barra da calça não pode nem ser muito curta, ao ponto de mostrar as meias ou o inicio do sapato, nem muito comprida que arraste no chão ou não deixe o salto do sapato aparecer. O comprimento ideal é cerca de dois dedos (cerca de 3 centímetros) acima do salto do sapato, que caia de maneira reta, para que o tecido não embole no peito do pé.

O comprimento ideal das mangas:

A manga da camisa deve bater no ossinho do pulso, ou ir no máximo até a curva do inicio da mão. A do paletó do terno deve ser 2 centímetros menor do que a da camisa, sempre deixando a mesma aparecer, nem que seja só um pouquinho.

O último botão deve sempre estar desabotoado.

Não é bem visto (e nem fica visualmente bacana) um paletó completamente abotoado. Se o terno for de três botões, abotoe somente os dois primeiros. Se for de dois botões, abotoe apenas o de cima.

O tamanho ideal da gravata:

A pontinha da gravata deve encostar na altura do cinto. Não deve ser nem mais curta, nem mais comprida. Além disso proporções de gravatas também são importantes de serem percebidas. As gravatas mais fininhas e slim ficam melhores com ternos mais ajustados e em homens de porte médio ou menores. Se você é muito alto ou grande, opte por gravatas mais largas.

Sempre combine a cor do cinto com a do sapato:

Simples assim. O material pode até não ser o mesmo, como por exemplo, misturar verniz e couro simples, mas a cor deve ser igual. Cinto marrom vai com sapato marrom. Cinto preto, com sapato preto.

Fashionize-se.

Peça curinga: Gravata Slim!

20 jun

As gravatas já fazem parte do armário masculino há muito tempo e continuam sendo muito importantes no cotidiano de qualquer homem, tanto moderno quanto o homem mais clássico. Elas também são ótimas ferramentas de estilo para dar um diferencial naquele look “homem de negócios” (terno) que alguns de nós precisamos usar de segunda à sexta.

Hoje podemos encontrar milhares de modelos diferentes: com brilho, sem brilho, estampado, color blocking e por ai vai! Mas um modelo em especial vem tomando conta do mercado e sendo muito bem aceito por esses homens. Que modelo é esse? Estamos falando da gravata slim.

Quando falamos em gravata fininha logo pensamos em looks mais jovens, despojados e até mesmo alternativos. Ela já é sucesso e vem cada vez mais conquistando adeptos ao seu estilo.

A peça é uma boa pedida para quem tem que enfrentar o batente de terno e quer se destacar dos demais com pequenas doses de estilo, podendo ser desde as abotoaduras até ao desenho que tem a sua gravata. Além da dica para o look de trabalho, ela também fica ótima com looks mais urbanos e street, usando calça jeans ou de tecido mais casual.

Paulo Fraga. 

Saia do óbvio e inove no visual social.

30 maio

Quem foi que disse que o look social precisa ter sempre a mesma “cara”? Se seu dia a dia exige aquele traje formal, seja ele costume (paletó + calça) ou terno (paletó + colete + calça), e você está cansado desse visual, fique atento a pequenos detalhes que fazem toda a diferença e podem dar um up naquele look cansado.

Ganhe alguns centímetros.

Pare de ver a gravata como um estorvo e use-a a seu favor. Quanto mais fina, mais alongado ficará seu tronco, fazendo você parecer mais alto.

Bolso extra.

Os modelos britânicos de paletós estão voltando a uma onda retrô com um bolso adicional que confere muito charme e estilo ao visual. Curiosidade: Esse era um costume dos alfaiates britânicos há anos atrás para que os garotos pudessem guardar seus bilhetes de trem.

Inove.

No caso de costume em tons de cinza, azul ou bege, opte por sapatos marrons. O look fica muito sofisticado e cheio de estilo e elegância.

Novidade antiga.

Aposte em um costume de abotoamento duplo. Os modelos atuais possuem uma lapela mais larga e alongada e o comprimento do paletó está mais curto com a silhueta mais acinturada.

Fechado.

Nada de usar o paletó aberto. Seja qual for a ocasião use-o sempre fechado. Apenas o último do lado direito pode ficar aberto.

Homem na moda.


10 dicas para usar um terno com elegância.

25 abr

Dicas fundamentais que todo homem precisa saber.

Fonte. Terno da moda.

O NÓ DA GRAVATA

18 abr

Você sabia que há pelo menos 80 jeitos diferentes de dar nó em gravata? Claro que você não precisa virar um “expert”em nós de gravata, nem usar todos eles, mas é legal saber pelo menos alguns deles.

Antes de começar a aula, aqui vai um conselho: sabe essas gravatas tipo clip-on que já vêm com um nó dado e que é só clipar na camisa? Jamais, em tempo algum, sob hipótose nenhuma use uma dela. Além de aparecer a olho nu, fica totalmente deselegante. Então o jeito é aprender a dar, pelo menos, o nó simples, mas lembre-se: nunca usar um clip-on!

Vamos aos nós:

Simples
É o mais prático de todos. Vai bem com todos os tipos de colarinhos, principalmente se a gravata for mais grossa. O mais usado por aí e o mais fácil de aprender.

Semi-Windsor
Também é um nó volumoso, ideal para gravatas mais leves. Parecido com o Windsor, o nó semi-windsor é um nó que não é muito grosso nem muito fino (como o nó duplo) e por isso pode ser usado em gravatas de diferentes tecidos e cai bem na maioria das ocasiões. Além de ser o mais usado por aqui, é bem mais fácil do que o windsor, que vem a seguir. Na dúvida, aposte nele.

Windsor
Esse nó, em forma de triângulo, exige várias voltas da gravata por isso é mais volumoso e ideal para gravatas colarinhos mais abertos como o italiano. O melhor para usar em situações mais formais ou nas quais você precise passar uma ótima primeira impressão como é o caso de apresentações, aparições em frente ao juiz etc. Não use com gravatas muito grossas já que o nó ficará por demais exagerado.

Pronto, depois de aprender a dar o misterioso nó na gravata, fique atento para as dicas de como guardar e manter sua gravata sempre em bom estado.

-Nunca dê um nó apertado demais para não esgarçar o tecido.

-Depois de usá-la desfaça o nó cuidadosamente.

-Nunca, em hipótese alguma guarde sua gravata com o nó para “facilitar a vida” numa próxima vez que for usá-la. Além de deixar sua gravata marcada, diminui drasticamente a vida.

– Quando não estiver usando, deixe-as retas e esticadas ou penduradas num cabide adequado ou então, coloque-as em algum lugar de forma que fiquem retas e esticadas.

– Para “desamarrotar”, enrole-a ao redor da sua mão e a deixe descansando numa superfície plana (pode guardá-la desta maneira também). Aliás, esta é uma ótima dica para viagens, principalmente a de negócios.

– deixe a gravata pendurada no banheiro, durante o seu banho quente. Alisa sem precisar de ferro!

Até a próxima!