Tag Archives: Nó

O NÓ DA GRAVATA

18 abr

Você sabia que há pelo menos 80 jeitos diferentes de dar nó em gravata? Claro que você não precisa virar um “expert”em nós de gravata, nem usar todos eles, mas é legal saber pelo menos alguns deles.

Antes de começar a aula, aqui vai um conselho: sabe essas gravatas tipo clip-on que já vêm com um nó dado e que é só clipar na camisa? Jamais, em tempo algum, sob hipótose nenhuma use uma dela. Além de aparecer a olho nu, fica totalmente deselegante. Então o jeito é aprender a dar, pelo menos, o nó simples, mas lembre-se: nunca usar um clip-on!

Vamos aos nós:

Simples
É o mais prático de todos. Vai bem com todos os tipos de colarinhos, principalmente se a gravata for mais grossa. O mais usado por aí e o mais fácil de aprender.

Semi-Windsor
Também é um nó volumoso, ideal para gravatas mais leves. Parecido com o Windsor, o nó semi-windsor é um nó que não é muito grosso nem muito fino (como o nó duplo) e por isso pode ser usado em gravatas de diferentes tecidos e cai bem na maioria das ocasiões. Além de ser o mais usado por aqui, é bem mais fácil do que o windsor, que vem a seguir. Na dúvida, aposte nele.

Windsor
Esse nó, em forma de triângulo, exige várias voltas da gravata por isso é mais volumoso e ideal para gravatas colarinhos mais abertos como o italiano. O melhor para usar em situações mais formais ou nas quais você precise passar uma ótima primeira impressão como é o caso de apresentações, aparições em frente ao juiz etc. Não use com gravatas muito grossas já que o nó ficará por demais exagerado.

Pronto, depois de aprender a dar o misterioso nó na gravata, fique atento para as dicas de como guardar e manter sua gravata sempre em bom estado.

-Nunca dê um nó apertado demais para não esgarçar o tecido.

-Depois de usá-la desfaça o nó cuidadosamente.

-Nunca, em hipótese alguma guarde sua gravata com o nó para “facilitar a vida” numa próxima vez que for usá-la. Além de deixar sua gravata marcada, diminui drasticamente a vida.

– Quando não estiver usando, deixe-as retas e esticadas ou penduradas num cabide adequado ou então, coloque-as em algum lugar de forma que fiquem retas e esticadas.

– Para “desamarrotar”, enrole-a ao redor da sua mão e a deixe descansando numa superfície plana (pode guardá-la desta maneira também). Aliás, esta é uma ótima dica para viagens, principalmente a de negócios.

– deixe a gravata pendurada no banheiro, durante o seu banho quente. Alisa sem precisar de ferro!

Até a próxima!

Anúncios