Tag Archives: Sapato

Scarpin Vermelho

16 dez

Versátil e chique, o queridinho da vez entre as famosas é o Scarpin Vermelho. As combinações são inúmeras e engana-se quem pensa que essa peça só pode ser usada à noite, em ocasiões especiais. O scarpin vermelho combina com qualquer estilo de roupas: saias, shorts, jeans, roupas sociais, vestidos, calças capri, calcas skinny, etc. O ideal é combiná-lo com cores sóbrias, como o preto, o cinza, o marrom e o branco. É o sapato perfeito para destacar um look meio sem graça ou muito sério.

Confira essas famosas e inspire-se!

6

7

Sem-título-2

2

3

4

5

 

Fonte: Marie Claire

 

 

Anúncios

Como e quando combinar o sapato com o cinto.

23 jan

cintoSaiba como e quando combinar o sapato com o cinto, afinal nem todos os trajes pedem que estas peças fiquem alinhadas, os looks casuais, por exemplo, dão muito mais liberdade na hora de escolher calçados com acessórios, já com os ternos a regra é mais rígida.

Traje social

Sempre combine o sapato com o cinto;

Dê preferência a peças feitas de materiais semelhantes;

Use cintos finos com fivelas discretas;

Use cores iguais ou muito próximas;

Nunca, em hipótese alguma, misture cinto preto com sapato marrom ou vice-versa.

Traje casual

Neste caso você tem mais liberdade para combinar, em alguns momentos nem vai fazer diferença;

Com os cintos de lona ou cadarço preste mais atenção a roupa que está usando do que aos sapatos;

Quanto mais casual for a roupa, mais largo pode ser o cinto e mais pesada a fivela, mas sem exagerar;

Tênis dão liberdade de usar qualquer cinto, desde que você respeite o estilo do calçado (náutico, street, rocker, etc);

Bermudas e calças de sarja sempre ficam melhores com cintos em lona que podem até ter alguns detalhes em couro, sem nenhum problema.

Canal Masculino.

Regras da Moda – Que devem ser quebradas

9 jan

Ao longo dos anos, uma lista básica e essencial de como os homens devem se vestir, ditou as regras da moda masculina. No Brasil, ainda existem alguns tabus e incertezas de homens quanto a ousar no estilo – um fato – porém, vamos mostrar quais regras podem (e devem) ser quebradas:

 

Shorts e paletó

Na verdade, você pode usar shorts com paletó esporte. A chave é ter certeza que tanto o shorts quanto o paletó, estão impecavelmente adaptados.
Apenas ignore shorts curtos demais, além de dispensar o uso de meias.

regras da moda 1

 

Combinar sapato e cinto

Esta regra de moda provavelmente veio de uma longa linha de senhores que não podiam discernir a diferença entre preto e marrom. Sapatos marrons, por exemplo, devem certamente vir com um cinto de um tom semelhante. O fundo da sola do sapato também pode influenciar na escolha da cor do cinto, você é livre para ousar, é só não esquecer do bom senso.

regras da moda 2

 

Calças curtas

Sinta-se livre para relaxar e arregaçar as calças cáqui e jeans. Uma polegada a uma polegada e meia são boas medidas para deixar com uma aparência bacana. Tornozelos podem ser descobertos, mas mostrando um pouquinho de meias – de preferência com uma cor alegre – é um toque agradável também. Agora, se parecer que você está pronto para uma inundação de 40 anos ou um circo, você já deve ter ido longe demais.

regras da moda 3

 

Usar jeans+jeans

Acertar nessa combinação é um tanto complicada. Mas você pode quebrar as regras da moda, vestindo jeans em jeans? Sim. O ideal é sincronizá-los – escuro com escuro e lavado com lavado – mas não peças exatamente no mesmo tom. A graça está em sobrepor lavagens semelhantes.

regras da moda 4

Homem moderno.

Como cuidar e preservar seus sapatos de couro.

4 out

As mulheres são tão apaixonadas por sapatos que, mesmo nos homens, essa é a primeira coisa que elas reparam, tal fato já foi, inclusive, comprovado por pesquisas, já que muitas delas acreditam que o calçado tem muito a dizer sobre seu usuário, portanto, se você está andando por aí com um par de calçados surrados, tome cuidado e passe a seguir as dicas abaixo:

O básico

– Antes de mais nada cuide adequadamente de seus pés e, se necessário, use talco anti-séptico e desodorante para calçados, esses produtos estão disponíveis em lojas especializadas;

– Coloque os sapatos para tomar sol pelo menos uma vez ao mês para evitar o aparecimento de fungo ou bolor;

– Nunca use o mesmo par dois dias seguidos, deixe o couro descansar por 24 horas para, só então, usá-lo novamente;

– Mantenha-os engraxados, a graxa, além de deixá-los bonitos e brilhantes, também evita o ressecamento do couro;

– Para que os sapatos mantenham sua forma original é preciso guardá-los com alguma coisa dentro afim de que mantenham seu molde. Existem fôrmas em madeira especialmente desenvolvidas para isso, caso não consiga uma, tente colocar algumas folhas de papel de seda amassado dentro, o efeito é parecido;

– Utilize a calçadeira, além de ser mais fácil de calçar, evita amassados e dobras no couro da região do calcanhar;

– Guarde seus sapatos em lugares secos (mas não muito), ventilados e longe da luz solar.

Fôrma para sapatos

Como engraxar seu sapato – passo a passo

1 – A graxa dá brilho, mas não tira a sujeira grossa, então antes de engraxar passe um pano levemente umedecido em água e sabão neutro, dando um tempo para que eles sequem;

2 – Se o sapato for de cadarço, retire-os para facilitar o trabalho;

3 – Se o sapato é preto use graxa preta, se é marrom, use a marrom, nada de inventar moda nessa hora;

4 – Passe uma dose generosa da graxa e deixe-o descansando por alguns minutos;

5 – Dê polimento usando uma escova adequada.

Últimas dicas

– Evite graxa de cor neutra, o polimento não terá a mesma qualidade;

– Consulte um sapateiro ou uma loja especializada para comprar cera polidora, escovas e outros produtos que auxiliam a manutenção dos sapatos;

– Precisa de reparos? De novo, vá ao sapateiro.

Com estes cuidados é possível manter os sapatos por anos, transformando-os em um bom investimento, tanto do ponto de vista financeiro, quanto visualmente.

Canal masculino.

Dicas de boas práticas para o uso do terno.

18 jul

O comprimento do paletó:

Deve sempre ir até a altura do quadril, ou seja, deve cobrir o traseiro todo. Os homens mais altos podem até optar por um paletó que seja um pouquinho mais comprido, mas os mais baixinhos devem escolher com o menor comprimento possível. Centímetros a mais na parte de cima podem dar a impressão da linha da perna ser mais curta, e isso vai acabar achatando a silhueta.

A altura da barra da calça:

A barra da calça não pode nem ser muito curta, ao ponto de mostrar as meias ou o inicio do sapato, nem muito comprida que arraste no chão ou não deixe o salto do sapato aparecer. O comprimento ideal é cerca de dois dedos (cerca de 3 centímetros) acima do salto do sapato, que caia de maneira reta, para que o tecido não embole no peito do pé.

O comprimento ideal das mangas:

A manga da camisa deve bater no ossinho do pulso, ou ir no máximo até a curva do inicio da mão. A do paletó do terno deve ser 2 centímetros menor do que a da camisa, sempre deixando a mesma aparecer, nem que seja só um pouquinho.

O último botão deve sempre estar desabotoado.

Não é bem visto (e nem fica visualmente bacana) um paletó completamente abotoado. Se o terno for de três botões, abotoe somente os dois primeiros. Se for de dois botões, abotoe apenas o de cima.

O tamanho ideal da gravata:

A pontinha da gravata deve encostar na altura do cinto. Não deve ser nem mais curta, nem mais comprida. Além disso proporções de gravatas também são importantes de serem percebidas. As gravatas mais fininhas e slim ficam melhores com ternos mais ajustados e em homens de porte médio ou menores. Se você é muito alto ou grande, opte por gravatas mais largas.

Sempre combine a cor do cinto com a do sapato:

Simples assim. O material pode até não ser o mesmo, como por exemplo, misturar verniz e couro simples, mas a cor deve ser igual. Cinto marrom vai com sapato marrom. Cinto preto, com sapato preto.

Fashionize-se.

Saiba como usar meias formais, casuais e esportivas.

23 maio

As combinações clássicas pedem que as meias sejam usadas na mesma cor da calça ou do sapato.

As meias, de acordo com a maioria dos manuais de estilo, devem combinar com a calça e o sapato, para que não sejam percebidas. Porém, como a moda tem um poder de reinvenção constante, várias marcas têm apostado em deixá-las mais em evidência, com cores e estampas marcantes. E até a polêmica meia branca parece ter sido perdoada, colocando por água abaixo as regras de combinação para este acessório.

A meia é uma das peças mais antigas do guarda-roupa, tendo sido usada pelos egípcios por volta de 500 anos a.C..Até o século 16, elas eram feitas manualmente, com seda, algodão e lã. A grande revolução aconteceu em 1589, com a invenção da máquina de tricotar, que era capaz de fazer um par seis vezes mais rápido do que à mão. No século 20, com a introdução do nylon e das fibras sintéticas, as meias ficaram mais baratas e acessíveis a todos, deixando de ser o símbolo de status e poder de outrora.

Conheça as combinações clássicas 

Para quem é clássico, ou seja, não quer romper nenhuma convenção, as dicas para não errar na combinação são simples, tanto no estilo formal, quanto no casual ou esportivo.

No modo formal, considera-se o uso do costume (paletó e calça) com as meias combinando com a cor do sapato ou da calça. O ideal é que elas fiquem discretas e ajudem a alongar a silhueta. Por exemplo, o costume marinho pode ser usado com sapato preto e meia preta, ou com sapato marrom e meias marinho. O costume cinza combina com sapato marrom e meia cinza ou marrom, assim como com sapato e meia preta.  O costume marrom deve ser usado com sapato e meia marrons, e o modelo em bege combina com sapato marrom e meia bege.

Nas produções casuais, a meia deve seguir o tom do sapato. Se usar um calçado preto, use meia preta. Com sapato marrom, prefira meia da mesma cor. Com a chegada do outono/inverno, pode-se optar por meias de padrão “argyle” (losangos), que ficam ótimas com abotinados.

As meias esportivas combinam com tênis e não tem regra específica, há menos que for praticar algum esporte – neste caso, há modelos específicos para cada modalidade.  Muitos homens preferem usar os modelos sem cano, tipo sapatilha, que são ótimos para usar com bermuda ou mesmo calça nos dias mais quentes. De uma forma geral, os modelos esportivos têm o cano mais curto do que as meias sociais (exceto os meiões destinados para o futebol).

Fonte. UOL Moda.